“A Liga” bate recorde de audiência, mas deixa passar frase infeliz

Muitos vão dizer que o programa “A Liga” não descobriu a pólvora e que os assuntos ali tratados já foram explorados pela televisão inúmeras vezes, até mesmo de formas mais eficientes. É verdade. Em jornalismo as pautas se repetem de tempo em tempo e não há como fugir disso. Entretanto, é importante reconhecer que esses mesmos assuntos ganham olhares repaginados anos depois.

Na última terça-feira, “A Liga” abordou a prostituição (pauta desenvolvida há algumas semanas pelo “Profissão Repórter”), com depoimentos de prostitutas, acompanhantes e garotos de programa e com repórter transformada numa profissional do sexo. A audiência disparou, atingiu picos de 10 pontos e o programa fechou com 8 de média. Os números seriam altos, afinal esse é o tema que atrai as pessoas. Como sempre o programa estava muito bem editado e a abordagem bem amarrada. Prostituição e drogas se encontram, como ficou claro no último bloco do programa. Foi neste momento em que a edição falhou. O problema é que deixaram passar uma declaração que não parece perigosa, mas que pode ser mal compreendida pelo telespectador. O garoto de programa afirmou que era usuário de cocaína porque, além dos efeitos alucinógenos, a droga queima gordura e mantém seu corpo malhado. Imagine o poder desta declaração em quem não mede esforços para perder uns quilinhos. Pensando bem, era melhor tirar esta frase do programa. Garanto que a eliminação mão traria prejuízo para o ótimo “A Liga”.

José Armando Vannucci

Parabólica JP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: